Procurar por termos do vocabulários (expressão regular permitido)
Começar com Contém Exata prazoParece que
Termo Definição
IBOVESPA
O Índice Bovespa é o mais importante indicador do desempenho médio das cotações do mercado de ações brasileiro. É um índice bastante utilizado por Fundos de Investimento em Ações.
IBRX
Índice Brasil de Ações. Mede o retorno de uma carteira teórica composta por 100 ações selecionadas entre as mais negociadas na BM&FBOVESPA, em termos de número de negócios e volume financeiro. Essas ações são ponderadas na carteira do índice pelo seu respectivo número de ações disponíveis à negociação no mercado.
ICMS
ICMS é o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. A sua definição formal é "Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação"
IGP-M
Índice Geral de Preços do Mercado. Calculado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), esse índice origina-se da média ponderada de índices que medem a inflação dos preços ao atacado, ao consumidor e da construção civil - respectivamente, o IPA-M (60%), do IPC-M (30%) e do INCC-M (10%).
INADIMPLÊNCIA
Não cumprimento, no todo ou em parte, de uma obrigação, objeto de cláusula contratual, em determinado prazo, ficando o inadimplente, além de permanecer em débito, sujeito ao pagamento de juros de mora, multa contratual e outros encargos.
ÍNDICE DE CONSUMO (ICON)
O ICON é composto pelas empresas listadas na BM&FBOVESPA mais representativas dos setores de consumo cíclico e não-cíclico (sensível aos ciclos econômicos e não sensível, respectivamente).
ÍNDICE DE SHARPE
Medida de risco que permite avaliar a relação risco x retorno de um investimento. Informa se o Fundo oferece rentabilidade compatível com o risco que o investidor está exposto. Quanto maior o índice, desde que positivo, melhor. Para achar o Índice de Sharpe, basta dividir o desvio padrão do Fundo pela sua volatilidade. Exemplo: em um cálculo diário em que o desvio padrão é 0,0083%, sendo o CDI diário de 0,0680% e o período estudado três meses, o resultado é 0,12. Isso vai significar que, em média, no período de três meses, o investidor correu o risco de perder 12% do CDI.
ÍNDICE DO SETOR INDUSTRIAL (INDX)
Fruto de um convênio entre a FIESP e a BM&FBOVESPA, o Índice do Setor Industrial (INDX) foi desenvolvido com o objetivo de medir o desempenho das ações mais representativas do setor industrial, importante segmento da economia brasileira.
ÍNDICE IMOBILIÁRIO (IMOB)
O IMOB tem por objetivo oferecer uma visão segmentada do mercado acionário, medindo o comportamento das ações das empresas representativas dos setores da atividade imobiliária compreendidos por construção civil, intermediação imobiliária e exploração de imóveis.
ÍNDICE MID LARGE CAP (MLCX)
Mede o retorno de uma carteira composta por empresas listadas de maior capitalização. As ações componentes serão selecionadas por sua liquidez e serão ponderadas pelo valor de mercado das ações disponíveis à negociação. As empresas que, em conjunto, representarem 85% do valor de mercado total da Bolsa são elegíveis para participarem do índice MLCX.