Procurar por termos do vocabulários (expressão regular permitido)
Começar com Contém Exata prazoParece que
Termo Definição
VALOR
Em economia, designa o preço, em termos monetários ou como padrão de troca, de um produto ou serviço, servindo basicamente para caracterizar o atributo que dá aos bens materiais a qualidade de bens econômicos, distinguindo-se valor de uso referente às características físicas que tornam os bens capazes de serem usados pelas pessoas e satisfazerem necessidades de qualquer ordem -- e valor de troca -- indicando a proporção em que os bens são intercambiados uns pelos outros, direta ou indiretamente (no caso, através do dinheiro); conceito fundamental na economia política, objeto de estudo e teorização por parte de todas as escolas do pensamento econômico.
VALOR AMORTIZADO
É a parte do principal de uma dívida que já foi efetivamente abatida pelas amortizações. No segmento dos consórcios, é a parte dos valores já pagos por um consorciado que foi destinada ao fundo comum do grupo.
VALOR DA COTA
Calculado a partir do patrimônio líquido do Fundo de Investimento dividido pelo número de cotas. As cotas têm um valor que, ao longo do tempo, podem aumentar (quando sua aplicação se valoriza) ou podem diminuir (quando seus investimentos não são tão bem sucedidos). Todos os dias o administrador deve calcular e divulgar o valor da cota.
VALOR NOMINAL
Valor de emissão de um título.
VALOR NOMINAL ATUALIZADO
Valor de emissão de um título corrigido por um índice definido em contrato.
VALOR VENAL
O preço pelo qual um bem é comercializado. Dependendo do jogo de forças do mercado, pode ser maior, menor ou igual aos custos de elaboração.
VALUE AT RISK (VAR)
Indicador de risco que mostra a probabilidade de perda de determinada aplicação em diversos cenários da economia. Exemplo: Se o VaR de um Fundo é de 10%, significa que o aplicador pode ter perda de até 10% em um único dia.
VALUE INVESTING (INVESTIMENTO DE VALOR)
Tipo de estratégia de investimento na qual o preço de um ativo analisado está abaixo de seu valor justo de mercado.
VAREJO
Comércio no qual se vendem as mercadorias por unidade, por quilograma ou fração deste, exercido por revendedores (os varejistas) que adquirem os bens dos produtores ou dos atacadistas.
VENDOR
É uma operação de financiamento de vendas baseada no princípio da cessão de crédito, que permite a uma empresa vender seu produto a prazo e receber o pagamento à vista. A operação de vendor supõe que a empresa compradora seja cliente tradicional da vendedora, pois será esta que irá assumir o risco do negócio junto ao banco. A empresa vendedora transfere seu crédito ao banco e este, em troca de uma taxa de intermediação, paga o vendedor à vista e financia o comprador. A principal vantagem para a empresa vendedora é a de que, como a venda não é financiada diretamente por ela, a base de cálculo para a cobrança de impostos, comissões de venda e royalties, no caso de licença de fabricação, torna-se menor. Por outro lado, o cliente comprador garante taxas de financiamento que são menores do que as praticadas para um financiamento isolado a uma única empresa, pois está obtendo um preço à vista financiado por um empréstimo ao custo do risco de crédito do vendedor.