Inadimplência Escolar

 

A inadimplência é um problema que afeta qualquer tipo de negócio, e o setor educacional infelizmente não escapa dessa realidade.

Muitos gestores escolares perdem o sono quando o assunto é lidar com aluno ou pais inadimplentes, então foi pensando em você que resolvi escrever esse artigo.

Vamos falar um pouco sobre os efeitos causados pela inadimplência escolar, porque ela acontece, como evitar e combater essa grande dor de cabeça que vem se tornando cada vez mais comum. Fique ligado!

Os danos causados pela inadimplência

Assim como qualquer outro negócio, uma escola precisa receber pelo serviço que oferece.

E o que muitas pessoas acabam esquecendo, principalmente quem não trabalha na área, é que uma escola também é uma empresa. E como qualquer negócio, precisa manter o seu capital de giro para fornecer um bom ensino, pagar seus colaboradores, fazer melhorias nas instalações e muito mais.

Sendo assim, muitos gestores educacionais acabam sendo obrigados a adiar essas melhorias, atrasar o pagamento de funcionários e em alguns casos, podem até fechar as portas.

O que precisa realmente ser visto nesses casos mais extremos é que quem sai perdendo não é só a escola e os seus funcionários, mas também os alunos, que muitas vezes, acabam perdendo o ano, sendo eles inadimplentes ou não.

O que causa a inadimplência escolar?

Antes de saber o que devemos fazer para combater a inadimplência educacional, é muito importante entender por que ela acontece.

Existem inúmeros motivos para que uma pessoa se torne inadimplente.

Pode ser uma dificuldade financeira, imprevistos familiares ou de saúde, pode até mesmo ser que o aluno tenha esquecido do vencimento, ou em alguns poucos casos, pode ser de propósito...

Também há uma grande chance que na sua gestão escolar não tenha uma área dedicada à cobrança, e isso só agrava ainda mais os problemas com a inadimplência.

Outro motivo pode ser a falta de clareza ou falhas na comunicação sobre as formas de pagamento disponibilizadas.

A seguir vamos falar sobre como combater a inadimplência e aprofundar um pouco mais em alguns pontos da sua causa.

Como combater a inadimplência na escola

Agora que você já sabe alguns dos motivos mais comuns para pais e alunos se tornarem inadimplentes, está na hora de saber o que fazer para evitar essa situação e como receber a dívida.

- Para evitar a inadimplência

Uma dica essencial é que de nada adianta você conseguir receber as dívidas e não conter o surgimento de novos devedores. A melhor cobrança acaba sendo através das ações preventivas, como evitar a matrícula de quem tem perfil negativo.

É aí que entra a importância da análise de crédito. Mesmo que a sua escola não tenha um setor financeiro que disponha de analistas de crédito e cobrança, eu recomendo que você invista na área, principalmente se você tem uma grande quantidade de inadimplentes.

Afinal, o que dói mais? Recusar uma matrícula, porque você sabe que não receberia a mensalidade, ou será que é não conseguir prestar um serviço de qualidade porque mais da metade dos alunos passa o ano inteiro inadimplente?

- Evitando ainda mais a inadimplência

Entendo que nem todos os gestores terão condições de criar ou contratar um setor de crédito e cobrança, então separei algumas dicas para você seguir.

  • Envie SMS e e-mails lembrando o aluno ou responsável do vencimento da mensalidade.
  • Amplie as formas de pagamento, como cartões de crédito e débito, boleto, débito automático etc.
  • Envie uma carta com o boleto e dê a opção para o aluno gerar boletos no seu site.
  • Ofereça descontos para quem pagar em dia, mesmo que o valor seja simbólico.
  • O desconto também pode ser usado para quem quiser pagar semestralmente ou anualmente.
  • Crie um sistema de recompensas. A cada tantos meses em dia, o aluno recebe um uniforme ou material de forma gratuita.

Agora voltando ao combate da inadimplência educacional, eu recomendo que você conheça os diferentes tipos de devedores que podem aparecer. Vou te dar uma breve lista de quem eles são:

Devedor contumaz

Tem o devedor que não importa o valor da dívida e nem o mês, ele sempre atrasa, mas sempre paga. Para esse tipo de devedor você não pode isentar os juros e multa todas as vezes, porque isso vai estimular o comportamento de pagar em atraso.

Devedor aproveitador

No lado oposto, tem o devedor que não paga porque não quer. Ele sabe que a escola vai flexibilizar para não perder o aluno, e as vezes faz questão que você saiba que ele está ciente de tudo isso. Mas, felizmente esse tipo de devedor é minoria.

Devedor desavisado

Também acontece de algum aluno, que sempre foi pontual com seus pagamentos, estar com um vencimento atrasado por um simples descuido.

Neste caso, o envio periódico de SMS e e-mails informando a situação dos pagamentos, será mais do que o suficiente para o aluno pagar a dívida, evitando o constrangimento de receber uma ligação ou carta de cobrança. Se for uma situação esporádica, vale a pena ser flexível, mas deixando claro que não podemos fazer o mesmo se ele atrasar novamente.

Devedor honesto

É possível também que o devedor esteja passando por alguma dificuldade genuína, seja financeira, familiar, de saúde… Nesses casos, vale investigar o perfil do devedor, identificar se aquela situação é algo inusitado ou corriqueiro e agir de acordo. Muitas vezes esses casos definem a retenção ou não de um aluno, dependendo da forma com que você o tratar. É exatamente o devedor honesto quem mais merece a nossa empatia na cobrança.

 

Agora que você conhece o perfil destes devedores é hora de partir para a cobrança. O ideal sempre é ter um especialista em cobrança para lidar com os pais e alunos inadimplentes. Em hipótese alguma, peça para que algum professor faça essa cobrança.

Além de não ser o trabalho deles, isso pode prejudicar e muito a relação dos professores com alunos e pais, causando problemas ao longo do ano letivo.

Como fazer cobrança de mensalidade escolar?

A melhor maneira de se iniciar o contato de cobrança, é com uma aproximação amigável.

Entre em contato diretamente com o aluno ou responsável, por telefone, e-mail ou até mesmo pessoalmente, mas nunca faça isso de forma pública. Expor o devedor vai te causar muitos problemas.

Durante esse contato, tente descobrir o motivo do não pagamento e decida a melhor forma de agir com essa informação.

Você deve oferecer um boleto com um novo vencimento, ou parcelamento no cartão de crédito, ou outras opções de pagamento... O importante é fazer com que o devedor se sinta respeitado na negociação e que ele perceba que a nossa intenção é ajudá-lo a regularizar essa dívida.

Muitas vezes o problema é resolvido antes mesmo desse contato inicial, caso você siga as dicas de como evitar o surgimento da inadimplência. Mas, caso o pagamento não ocorra em até 30 dias após a primeira negociação, uma possibilidade é você usar o serviço de uma empresa de cobrança.

Ao lidar com alunos inadimplentes, lembre-se sempre de que você não pode cancelar a matrícula do aluno durante o período letivo, assim como ele não deve ser proibido de fazer provas, trabalhos e ter boletins.

Você também não pode reter a documentação do aluno ou impedi-lo de solicitar uma transferência.

No entanto, você não é obrigado a aceitar a rematrícula, além disso você pode levar essa dívida pendente para a justiça, pois é o seu direito receber a dívida.

O mais importante é você incluir no seu contrato de prestação de serviço educacional a previsão das medidas de cobrança que podem ser tomadas em caso de atraso no pagamento. Desta forma, você poderá usar a negativação e até mesmo o protesto caso não consiga chegar em um acordo de pagamento com o aluno.

Como uma última recomendação, te indico ler meu artigo sobre Como Fazer Cobrança. Nele você vai encontrar muitas dicas sobre o que fazer e o que não fazer durante uma cobrança.

E caso você realmente deseje aprender as melhores estratégias de cobrança, te convido a conhecer o meu Curso Avançado de Cobrança e Recuperação de Créditos acessando Esse Link.

Um grande abraço!

Dr. Denis SiqueiraDr. Denis Siqueira
CreditoeCobranca.com - Cursos e Treinamentos

 

 

CONTEÚDO VIP

RECEBA NO SEU E-MAIL AS DICAS, PLANILHAS, CHECKLISTS, MODELOS E VÍDEOS EXCLUSIVOS PARA OS PROFISSIONAIS DE CRÉDITO E COBRANÇA!

captcha